17 de novembro de 2014

Aumento no valor do seguro do carro chega a 40% em São Paulo

Fonte: Jornal Hoje - Data: 14/11/2014

imagesO reajuste do seguro do carro usado aumentou até 40% de 2013 para 2014. Se o carro usado desvaloriza a cada ano e a inflação não deve chegar a 10%, por que o seguro está tão caro? O Jornal Hoje foi investigar. Para calcular o valor, as empresas fazem um perfil do segurado. Analisam informações como sexo e idade, que sugerem se o motorista é mais cuidadoso ou mais ousado. Também levam em conta quanto o motorista anda por dia. Quanto maior a distância, maiores as probabilidades de acidentes.
O modelo do carro e o endereço também entram no cálculo. Assim dá para saber se o motorista mora em uma região que registra muitos casos de roubos e furtos.
O Jornal Hoje pediu para que o Sindicato dos Corretores de Seguros e Resseguros do Estado de São Paulo fizesse uma cotação para um carro zero, que custa R$ 40 mil no mercado. Se a motorista for mulher, tiver 40 anos e morar na zona sul, vai pagar R$ 1.473. Agora, se o motorista for homem, de 24 anos e morar na zona leste, o seguro do mesmo carro sobe para R$ 8.056.
O preço varia de seguradora para seguradora. Para o sindicato, os reajustes nem sempre conseguem acompanhar a inflação. “O desejável seria que tivesse seguido a inflação, porque as nossas remunerações se comportam dessa forma. Porém, como o seguro é um mutualismo, todo mundo compra, todo mundo entrega um valor para a companhia. Para que ela faça uma gestão desse valor, para indenizar, ela precisa manter o equilíbrio”, explica Boris Ber, vice-presidente do sindicato.
Segundo ele, o seguro na zona leste é mais caro porque a região registra maior número de roubos e furtos de carros. A mulher mais velha paga menos pelo seguro porque é mais cuidadosa do que os homens mais novos. No ano passado, o representante comercial Edmarson Fernandes gastou R$ 1.200 no seguro. Na hora de renovar o seguro do carro que vale R$ 22.800, se espantou. “Não tem um lugar que você vai, briga, justifica ou negocia. Ou você assina ou não assina, paga ou não paga”. Para baratear o seguro, ele optou por uma franquia que custa o dobro da anterior e abriu mão de algumas coberturas, como carro reserva.

 Auto Facil
Clique no banner para conhecer, calcular e contratar o AutoFácil on-line.