13 de outubro de 2014

Seguro-viagem é prevenção

Fonte: c q c s - Data: 12/10/2014

A expressão ‘é melhor prevenir do que remediar’ se encaixa direitinho quando o assunto é seguro-viagem. Ninguém quer passar por problemas médicos e acidentes nas férias, ainda mais em outro país, mas o fato é que imprevistos acontecem. Lembrando que o plano de saúde convencional não é válido em outras partes do globo, é melhor estar preparado.

O seguro é obrigatório em alguns lugares do mundo, como Europa e Cuba. A obrigatoriedade faz parte do chamado Tratado de Schengen, assinado em 1985, que estabelece que os turistas visitando determinados países comprovem possuir assistência a viagens com valor mínimo de 30 mil euros.

Nos Estados Unidos não é obrigatório, mas é recomendável ter um. Renan Alvares, 32 anos, precisou de médico quando esteve em Los Angeles por causa de uma infecção que exigia remédio com receita. Ele ligou para a operadora, de graça, falou com atendente brasileiro que, minutos depois, mandou um médico credenciado para onde o turista estava hospedado. “Vale a pena investir no seguro. Como aconteceu no meu caso, salvou o passeio de toda uma família”, conta.

Geralmente quando se fecha com agências ou companhias aéreas, são oferecidos os serviços. Confira algumas opções de seguradoras:

A Luma Seguros oferece duas opções de seguro viagem Porto Seguro e SegurViaje Mapfre, para conhecer acesse: http://www.lumaseguros.com/seguroviagem/