23 de junho de 2010

PL que proíbe uso do CEP para calcular preço do seguro do carro pode encarecer apólice

Fonte: InfoMoney Gladys Ferraz Magalhães - Data: 22.06.2010

O seguro de automóvel pode ficar mais caro, caso seja aprovado o projeto de lei que proíbe as seguradoras de utilizarem o endereço residencial do consumidor como fator de risco no cálculo e estipulação do valor do prêmio do seguro.Segundo opiniões de corretores dadas ao CQCS (Centro de Qualificação do Corretor de Seguros), com a medida, a tendência é que as seguradoras definam os preços dos seguros pela localidade mais cara."Estamos correndo o risco de as seguradoras retirarem a análise dos locais de maior risco e nivelar as taxas por cima, ou seja, todos nós pagaremos pelo maior preço”, disse o corretor Edson Ianello.ProjetoSegundo a proposta (PL 2564/07), que tramita na Câmara dos Deputados, as seguradoras de veículos não devem utilizar o endereço do cliente como fator de risco no cálculo do valor do prêmio.Além disso, elas não podem utilizar essa informação para se recusar a vender apólices ao consumidor interessado.Para o autor da proposta, deputado Jurandy Loureiro (PSC-ES), a atual forma de definir o perfil do segurado é injusta e penaliza o cidadão. “Se todos são iguais perante a lei, é inadmissível que o proprietário de um automóvel seja penalizado, por exemplo, em razão de residir em bairro em que, de acordo com as estatísticas das seguradoras, há grande incidência de roubo e furto de veículos. O cidadão nessas condições é punido duas vezes, visto que já é vítima da incapacidade do poder público de garantir a inviolabilidade do seu direito à segurança, e, em consequência, paga seguro maior do que em outras regiões”.
>>> O seguro está caro? Conheça AutoFácil + AutoAssist: Seguro de roubo com rastreador Ituran + Assitência 24 horas. Seguro a partir de R$ 69,90 ao mês e Assistência a partir de R$ 179,00 ao ano. Veja mais em www.autofacilituran.com.br