11 de junho de 2010

Seguros de motocicletas variam de 20% a 30% do valor do veículo

Fonte: InfoMoney Gladys Ferraz Magalhães

Quem compra uma motocicleta e pretende fazer uma apólice de seguro para proteger o veículo deve preparar o bolso.
De acordo com o presidente do Sincor-SP (Sindicato dos Corretores de Seguros), Mário Sérgio de Almeida, o custo de uma apólice para motos varia de 20% a 30% do valor do veículo, podendo ultrapassar este percentual, no caso das motos de baixa cilindrada.Para se ter uma ideia do quão elevado é este valor, no seguro de automóvel, o preço da apólice fica em torno de 5% a 8% do valor do veículo.SinistralidadeSegundo Almeida, dentre os motivos para que o seguro de motocicletas seja alto, está o grande número de roubos e acidentes envolvendo este tipo de veículo.“O seguro é baseado na sinistralidade e as motos possuem alto risco de sofrerem sinistros. No caso das grandes, o principal problema é o roubo e para as pequenas é o enorme número de acidentes, já que, neste caso, as peças de reposição são baratas”, diz.[2]Para tentar baratear o valor do seguro, o motociclista pode instalar um rastreador, que geralmente, informa o especialista, diminui em torno de 10% o custo da apólice. Por outro lado, diz ele, o equipamento também tem um alto custo para o consumidor.
>>> Se o seguro da sua moto está muito caro, veja essas opções:
  • Rastreador Ituran para motos (sem fios e com bateria própria) - Disponível para Gde SP - Ativação e instalação de R$ 200 (em 2x) e taxa mensal de monitoramento de R$ 49,90. Veja em: http://www.ituranmais.com.br/
  • MotoAssist - Assistência 24 horas para motocicletas - Veja em: http://www.autoassist.com.br/