4 de maio de 2006

O que fazer ao renovar o seguro

Fonte: Diário de S.Paulo

O mais importante é observar o prazo de vencimento da apólice. Segurado deve comunicar ao corretor eventuais mudanças em seu perfil para que não tenha problemas com a indenização

Se o seguro do seu carro está para vencer, é bom não deixar para última hora a renovação. Do contrário, correrá o risco de ter de fazer uma nova vistoria e ficar sem a cobertura entre a data de término da vigência da antiga apólice e a data de início da nova apólice.

Ao contatar seu corretor, não deixe de alertá-lo se houve mudança no risco, ou seja, novos motoristas em casa, como o filho que acaba de completar 18 anos, por exemplo; mudança de endereço e até de comportamento. Exemplo: o carro anteriormente ficava guardado na garagem e agora fica na rua durante a noite.

Todas as alterações exigem um novo cálculo do custo da apólice. Vale lembrar que o perfil do segurado é importante fator para definir o preço final do seguro. Um jovem de 25 anos paga seguro mais caro que um de 35 anos. Quem mora na Zona Leste da cidade também paga mais, porque a região é a que mais concentra roubo de carros.

Mas lembre-se que omitir informações ou hábitos de uso do veículo, buscando baixar o valor a ser pago na contratação do serviço, pode causar prejuízos. Em caso de sinistro, a seguradora descobre a irregularidade e nega a indenização.

Segundo Leôncio de Arruda, presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP), `na maioria dos casos, o valor do seguro sempre aumenta na renovação. A única maneira de o preço não ficar mais caro do que no ano anterior é em função do bônus.

` E mais: não existe uma proporção de diminuição do prêmio com a desvalorização do veículo de um ano para o outro. As seguradoras alegam que os custos de reparos de mão-de-obra de mecânica e funilaria de um automóvel são os mesmos para um veículo zero-quilômetro ou um usado.

Fique de olho no sistema de bonificação

Renovar a apólice sem perder as vantagens adquiridas é outro aspecto importante que o consumidor deve avaliar com seu corretor.

Os bônus, por exemplo, são pontos que o segurado ganha de um ano para o outro quando não há ocorrência de sinistro. `É um benefício vinculado ao segurado e não ao carro. Os descontos variam de seguradora para seguradora e vão desde 5% até 40%`, explica Arruda.

O presidente do Sincor alerta que há casos, no entanto, em que o segurado perde o desconto no ato da renovação. `Se a companhia de seguros anterior oferecia uma bonificação máxima de 30%, por exemplo, ao passar para uma nova empresa cujo limite é de 25%, o segurado acaba obtendo um desconto menor.`



>>> Renove seu seguro na Luma Seguros. Clique aqui.

Um comentário:

  1. Caros amigos, interessante blogue de informação ao cliente e a todos os visitantes.
    Num mundo globalizado, é para nós (aqui falo por mim) interessante sabermos como vai a actividade seguradora nos outros países.
    Se me permitem vou adicionar o v/ blogue na minha lista.
    Um abraço
    António Pinto

    ResponderExcluir